Ir para conteúdo
Acompanhe-nos:
Facebook
 


Ir para conteúdo

Prefeitura
Acompanhe-nos:
Facebook

Unidades Fiscais
UPM -3,99
Infraestrutura
Principal   Infraestrutura -

ENERGIA ELÉTRICA
A distribuição de energia elétrica em Venâncio Aires é feita pela AES Sul, que atende a 27.716 clientes, divididos nas classes comercial, industrial, residencial, rural e setor público. Em 2012, o consumo total no município foi de 166.315 MWh, sendo 44% na classe industrial, 27% na residencial, 14% na área rural, 12% no comércio e 6% em outros segmentos.
As duas subestações, localizadas em Ponte Queimada e no Acesso Dona Leopoldina, possuem capacidade de 66 MVA (megavolts-ampere). Em época de safra, quando o consumo é maior, a demanda não chega a 50% da capacidade. A proximidade com as usinas existentes no leito do Rio Jacuí é fundamental para os bons indicadores de continuidade do fornecimento de energia elétrica para o município, reduzindo os problemas relacionados à transmissão.

COMUNICAÇÕES
Os Correios têm duas agências em Venâncio Aires, uma própria e uma franqueada, que atendem a toda a população da cidade e do interior. A distribuição diária chega próximo dos 10 mil objetos, incluindo correspondências normais e especiais, como Sedex e registrados. Já o número de objetos enviados por dia chega a 1,5 mil. No interior, a distribuição das correspondências é feita por 12 agências comunitárias (AGCs).
Venâncio Aires tem um total de 7.201 linhas de telefonia fixa individual (6.966 na cidade e 235 no interior) e 308 telefones públicos, dos quais 264 na sede do município. Na área das comunicações, a Capital Nacional do Chimarrão conta com os jornais Folha do Mate, que circula cinco vezes por semana, e Nossos Valle’s (semanal). O segmento de radiodifusão é representado pelas rádios Venâncio Aires (AM 910), Terra (FM 105.1), Vênus (FM 100.7) e Interativa (FM 98.1), além da Joven Pan (FM 90.5), que opera em Mato Leitão mas possui escritório de representação no município.

ABASTECIMENTO DE ÁGUA
O abastecimento de água é feito pela Companhia Riograndense de Abastecimento (Corsan), que atende à população da área urbana e de Vila Mariante, 2º Distrito, totalizando 19.174 clientes. Nas demais localidades, há 61 redes hídricas comunitárias responsáveis pelo abastecimento. A rede de água da Corsan tem 181,2 quilômetros de extensão e 98% da água distribuída é proveniente da estação de tratamento de água (ETA) do Arroio Castelhano. O restante vem de três poços artesianos da companhia, além de poços particulares. A ETA tem capacidade para produzir 140 litros por segundo, com capacidade de tratamento de 6.504 m³ por dia. 
Atualmente, porém, trabalha com 120 litros por segundo e funciona, em média, 13 horas diárias, com a capacidade ampliada nos meses de verão, para evitar a falta d’água. Outro cuidado para que o abastecimento não fique comprometido é a ampliação das adutoras para melhorar a pressão da água nas regiões mais altas da cidade. Na área de tratamento de esgoto, está sendo construída, no bairro Morsch a Estação de Tratamento de Esgoto (ETE), orçada em R$ 4 milhões e está com percentual de conclusão de 60% das obras. A ETE deve garantir cobertura de 88% de domicílios com tratamento de esgoto sanitário.

COLETA E DESTINAÇÃO DO LIXO
A coleta seletiva do lixo é efetuada por uma empresa terceirizada em Venâncio Aires, onde a zona urbana é dividida em três áreas, com dias e horários diferenciados para o recolhimento. No interior, há coleta periódica do lixo seco, que deve ser levado pelos moradores a determinados pontos para ser recolhido.
Mensalmente, são recolhidas cerca de 750 toneladas de lixo no município, entre seco e orgânico. Após passar por processo de separação na Usina de Triagem de Lixo em Linha Estrela, o lixo seco reciclável é vendido e o restante do material, orgânico e o não-reciclável, é enviado para um aterro sanitário em Minas do Leão.
A preocupação com a separação dos resíduos também pode ser vista nas lixeiras públicas, que são separadas para lixo seco e orgânico. Há, ainda, pontos de coleta específicos para óleo de cozinha, pilhas e baterias e isopor. O trabalho de reaproveitamento de resíduos é complementado pela atuação dos 40 catadores cadastrados na Associação Catadores da Vida, entidade apoiada pela organização civil Planeta Vivo. Entre julho de 2012 e julho de 2013, estes trabalhadores 154 toneladas de papel, jornal e papelão e 55 toneladas de plástico, além de alumínio e outros materiais.

FROTA DE VEÍCULOS
Venâncio Aires possui hoje frota de 38.390 veículos registrados. Os segmentos mais representativos são os automóveis, com 20.502 unidades, e as motos, com 11.988 unidades. Já o número de condutores habilitados chega a 27.978, representando 40,45% da população.

 
 
 
 

selo
PREFEITURA VENÂNCIO AIRES
Rua: Osvaldo Aranha, n° 634 - Centro - Fone: (51) 3983-1000
contato@venancioaires.rs.gov.br

© Copyright Instar - 2006-2017. Todos os direitos reservados.
Horários de Atendimento:
De segunda a sexta-feira das 08:00h às 12h00h e das 13:30h às 16:30h

icone instar © Copyright Instar - 2006-2017. Todos os direitos reservados.